Prazo para conclusão do empreendimento hospitalar é de dezoito meses

Cornélio Procópio- A Prefeitura de Cornélio Procópio finalizou na manhã de quarta-feira, dia 04, a licitação de contratação de empresa responsável em retomar a construção do Hospital Regional. A empresa contratada é a empresa Matserv Comércio e Serviço LTDA que a partir de agora passa a ser responsável pela conclusão do empreendimento. Há mais de três anos as obras do Hospital Regional estavam paradas por desacordo entre a antiga construtora contratada e a ex-administração municipal. De acordo com a prefeita em exercício Angélica Olchaneski, desde 2017 estavam sendo tomadas todas as medidas necessárias para que o andamento da construção acontecesse. “Tivemos que romper totalmente o contrato com a empresa que estava realizando a construção e buscar ainda os recursos financeiros necessários para podermos dar continuidade a obra; foi um trabalho árduo e que demandou um grande esforço de nossa equipe jurídica, administrativa e de planejamento; felizmente vencemos os impasses e concluiremos o Hospital Regional, assim como estamos fazendo com outras obras que também estavam paralisadas em Cornélio por falta de uma boa gestão”, declarou Angélica.

O novo contrato prevê a conclusão da unidade hospitalar em até dezoito com um investimento em torno de R$ 12 milhões. Conforme declaração feita pela prefeita Angélica Olchaneski, este montante só poderá ser utilizado, devido ao bom relacionamento com os governos Estadual e Federal. Ela disse que ainda quando era ministro da saúde, Ricardo Barros foi fundamental para a liberação dos recursos que haviam sido bloqueados pela Caixa Econômica devido a paralização da obra. O Hospital Regional de Cornélio Procópio já está com dois dos três blocos que compõem o empreendimento prontos, a construtora responsável, deverá retomar os serviços com o último pavilhão do complexo hospitalar. “Esperamos um ritmo de construção acelerado; fiscalizaremos de perto para que a nova empresa cumpra com afinco os dezoito meses que tem para concluir o Hospital; vale ressaltarmos que este é também um passo fundamental para funcionar de forma muito mais adequada o curso de Medicina, recentemente conquistado por Cornélio Procópio através do trabalho da nossa governadora Cida Borghetti”, finalizou a prefeita.

A construção do Hospital foi adaptada ao projeto técnico e segue de acordo com o memorial descritivo, planilha de orçamento e serviços e cronograma físico-financeiro. A obra está localizada em um terreno de 24 mil metros quadrados na zona noroeste da cidade, entre os bairros Primavera e Progresso, próximo ao novo Conjunto Habitacional Martha Dequêch. Para o prefeito licenciado, Amin Hannouche, a retomada das obras do Hospital vão além da saúde e do desenvolvimento do município; ele afirma que a demanda de mão de obra nesta área irá auxiliar na queda do desemprego. O complexo atenderá Cornélio Procópio e cerca de 45 municípios do norte do Paraná.

Histórico- O Hospital Regional de Cornélio Procópio foi conquistado pelo Prefeito Amin Hannouche no ano de 2010 através de um ato histórico, emenda parlamentar concentrada de todos os municípios da Amunop (Associação dos Municípios do Norte do Paraná) que apoiaram a conquista apresentada pelo deputado federal Alex Canziani. O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli que participou de todo o processo de busca de recursos para o Hospital, declarou: “Me recordo daquele período que foi especial para todos nós porque foi justamente quando recebemos a autorização para poder cadastrar no Siconv (Serviço de Convênios e Contratos), que indica a liberação dos recursos do Governo Federal através de convênios. Foi o cumprimento do compromisso assumido pelo deputado Alex que trabalhou muito para a liberação dos recursos federais”, afirmou Romanelli. O projeto foi feito pelas empresas MEP Arquitetura e Planejamento Ltda e EEP/ Pró-Saúde – Profissionais Associados. Ao todo, foram mais de treze projetos, envolvendo as áreas de: arquitetura; impermeabilização; urbanístico e paisagismo; elétrico, telefônico e de iluminação; rede de dados e som; CFTV e SPDA; climatização; hidro-sanitário, drenagem e reutilização de águas pluviais e de prevenção de incêndios; proteção radiológica; gases medicinais e GLP. (Comunicação / Prefeitura)

Projeções HR (2)-compressed.jpgProjeções HR (1)-compressed.jpgLicitação HR (2)-compressed.jpgAssinatura do contrato empresa HR (2)-compressed.jpgAssinatura do contrato empresa HR (1)-compressed.jpgAngélica e representantes da empresa - HR-compressed.jpg