Assistentes Sociais destacaram a importância do recadastramento para o benefício

Cornélio Procópio- Pessoas beneficiadas pelo BPC- Loas tem até 31 de dezembro para se regularizarem no Cadastro Único. Os idosos acima de 65 anos e as pessoas com deficiência que recebem o Beneficio de Prestação Continuada (BPC) devem estar inseridos no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal. “O Cadastro Único é um programa que identifica as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica de cada uma delas; é muito importante que todas as famílias que recebem o benefício venham até a Secretaria de Ação Social para atualizar o seu cadastro”, afirmou a secretária, Mary Alcântara Hannouche.

De acordo com a assistente social Isabella Baraldi o recadastramento precisa ser feito para que o benefício não seja cancelado. “Estaremos enviando cartas para as casas das pessoas cadastradas, fazendo um grande trabalho de divulgação nos postos de saúde da cidade, para informar aos beneficiários que a regularização é necessária, e deve ser feita a cada dois anos, para que o programa não seja cancelado”, informou a assistente. Segundo Isabella, foi feito um levantamento de informações que apontou em torno de 200 famílias que ainda não procuraram o serviço.

O gestor Luís Oliveira informou a documentação necessária para o recadastramento. “Os beneficiários que estão inseridos no CAD devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do nosso município e ter em mãos CPF, RG, título de eleitor, comprovante de residência, e se for registrado o último holerite de pagamento”, destacou Luís. No caso de dificuldade no deslocamento o responsável familiar pode fazer o recadastramento de todos os membros da família, desde que esteja com todos os documentos em mãos. Para maiores informações entrar em contato com a Secretaria de Ação Social no telefone - 3520-3100. (Comunicação/Prefeitura)

 

Mary Alcantara Hannouche.jpg